Preleção da Semana – RECLAMAR MENOS

  “Tudo  quanto,  pois, quereis  que  os  homens  vos façam,   assim  fazei-o  vós  também  a eles;  porque  esta  é a  lei e  os profetas”   – Jesus (Mateus, 7:12).
     Para  extinguir  a  cultura  do  ódio  nas  áreas  do  mundo,  imaginemos  como  seria melhor  a  vida  na  terra  se  todos  cumpríssemos  fielmente  o  compromisso  de  reclamar menos.      Quantas  vezes  nos maltratamos, reciprocamente,  tão  só  por  exigir  que  se  realize,  de certa  forma,  aquilo  que  os  outros  só  conseguem  fazer  de  outra  maneira!        De  atritos mínimos,  então  partimos  para  atitudes  extremas.  Nessas  circunstâncias,  costumamos recusar  atenção  e  cortesia  até  mesmo  àqueles  a  quem  mais  devemos  consideração  e amor;  implantamos  a  animosidade  onde  a  harmonia  reinava  antes;  instalamos  o pessimismo  com  a  formulação  de  queixa  desnecessária  ou  criamos  obstáculos  onde  as grandes  realizações  poderiam  ter  sido  tão  fáceis.  Tudo  porque  não  desistimos  de reclamar, – na maioria das ocasiões, – por simples bagatelas.      De  modo geral,  as  reivindicações  e  desinteligências  reportam,  mais  freqüentemente, entre aqueles  que  a Sabedoria  Divina reuniu com  os  mais  altos  objetivos  na  edificação  do bem,  seja  no  círculo  doméstico, seja  no  grupo de  serviço ou de  ideal. Por isso mesmo,  os conflitos  e  reprovações  aparecem  quase  sempre  no  mundo,  nas  faixas  de  ação  a  que somos  levados  para  ajudar  e  compreender.  Censuras  entre  esposo  e  esposa,  pais  e filhos,  irmãos  e  amigos.  De  pequenas  brechas  se  desenvolvem  os  desastres  morais  que comprometem a vida comunitária desentendimentos, rixas, perturbações e acusações.      Dediquemos  à  solução  do  problema  as  nossas  melhores  forças,  buscando esquecer-nos,  de  modo  a  sermos  mais  úteis  aos  que  nos  cercam,  e  estejamos convencidos  de  que  a segurança  e  o  êxito  de  quaisquer  receitas de  progresso  e elevação solicitam  de  nós  a  justa  fidelidade  ao  programa  que  a  vida  estabelece  em  toda  parte,  a favor de nós todos: reclamar menos e servir mais. 

Esse post foi publicado em Diversos e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s